A decomposição dos materiais e a coleta de resíduos hospitalares


Quando o assunto é meio ambiente, não só a destinação correta dos resíduos hospitalares como as de cunho individual tem uma importância gigantesca. Até porque, a maioria dos resíduos são constituídos, por exemplo, por seringas de plástico e haste metálica que ambos demoram aproximadamente 100 anos para se decompor, frascos de remédios que geralmente são feitos de vidro um material que leva em torno de 4 mil anos para a decomposição completa, sem contar gases, algodões, fraldas, entre outros materiais que prejudicam a natureza em seu processo de decomposição.

O fato é que grande parte dos materiais que são descartados levam décadas ou séculos para se decompor no solo, nos rios ou mares, e quanto maior o tempo de decomposição do material, maior também o prejuízo causado ao meio ambiente. A conscientização da sociedade se torna cada vez mais precisa, bem como a educação com o intuito de coleta responsável e reciclagem. Por exemplo, um papel reciclado evita que 20 árvores sejam cortadas, e isso é benéfico não só para a terra, como para nós indivíduos

Entretanto, a consciência individual é importante, mas não necessariamente única. Além do descarte correto, a reciclagem e o cuidado, é importante que as pessoas cobrem das autoridades o tratamento adequado dos resíduos descartados, desde sua coleta até a destinação final.

61 3967 6108

61 3357 5733

ADE Conjunto 17 Lote 05, Samambaia. Brasília - DF. CEP 72314 - 717

Belfort 2016. © Todos os direitos reservados.